[CMI Galiza] Formulario enviado por Comochoconto

imc-galiza lists.indymedia.org imc-galiza lists.indymedia.org
Sábado, 6 de Novembro de 2004 - 12:53:24 PST


Formulário de novos membros enviado por Comochoconto (camaleon  causaencantada.org) 
---------------------------------------------------------------------------

INTRO 
Escrevo assim este correio pois já há case uma semana que enviei o formulário dende a página de novas membros e não recebim nenguma contestação, polo que remito de novo o formulário cuberto, mas não como da outra vez, pois já não recordo bem o que pugera e não gardara o correio pensando que já estava feito, mas polo que vejo, ou perdeu-se pola quarta dimensão ou foi parar a onde não devia, polo que este vo-lo mando directamenta à lista.

Por que é uma ferramente boa para informar e recever informação 

Porque crio que é um projecto muito interesante de informação alternativa com umas potencialidades inmensas de participação que há que potenciar.

OUTROS COLECTIVOS 
Acho que esta pergunta está de mais.

Tampouco crio que vos importe, em todo caso quero entrar no CMI como pessoa individual e não como membro de nada. Participei no de Madrid como pessoa com dereito a voto, mas dim-me de baixa por comprobar que este CMI está inzado de  militantes da esquerda parlamentar que votam 0 a notícias do mundo do independentismo ou do anarquismo e com um 10 as
patéticas acções políticas de izquierdas unidas e outras ervas parlamentares enquistadas no capitalismo e no militarismo.

ÁREAS DE INTERESE 
 
Corresponsal (texto) 
Corresponsal (audio) 
Corresponsal (video) 
Edición  
Traducir: espanhol->galego 
NOTA: Aquí strafwetboek; acabo de ver que camaleón *sí* enviou o formulário e non só iso senon que chegou dúas veces ao arquivo, aínda que polo que se ve non foi distribuído aos nosos correos. Aquí van as respostas dos seus dous formulários que podedes atopar en:  http://lists.indymedia.org/pipermail/imc-galiza/2004-October/1104-32.html (o primeiro) e http://lists.indymedia.org/pipermail/imc-galiza/2004-November/1104-h1.html (a segunda vez) 


PRINCIPIOS DE UNIDADE E CRITÉRIOS
É absurdo pretender que concorde com uns princípios e critérios numa presumível organização horizontal. Qualquer princípio e critério que não possa ser removido ou mudado é uma imposição e eu nunca concordarei com imposições immutáveis. Sim crio que estos acordos iniciais são uma boa
base da que partir, mas como todo é melhorável.

São papeis com os que posso concordar em linhas gerais, mas crio que em qualquer organização que se autodefine horizontal, são princípios e critérios mutáveis, ou deveriam se-lo.

Gostaria que o pto 8 dos Critérios de Filiação fosse uma realidade e que a frase \\\"Máis de cincuenta persoas integram os grupos que acolhem este projecto\\\" fosse algo mais que palavras. 

Também proponho uma feminização da linguagem ou quanto mesmo buscar palavras genéricas que não sejam masculinas nem femeninas. Ejemplo: mudar \\\"Tenha um porta-voz disposto...\\\" por \\\"tenha uma pessoa coma porta-voz disposta...\\\"  



SISTEMA CONSENSUAL: 
-Acho que o consenso é uma mais das possíveis maneiras de tomar decisões numa qualquer organização, mas não é a melhor que tenha experimentado.
Tenho a sorte de ser membro dum dos colectivos com melhores experiências organizativas à hora de ter que tomar decisões colectivas, partindo da base de que qualquer pessoa que entra no colectivo é igual à mais velha sem ter que cubrir nengum priego de condiçonamentos, e onde se lhe comunica que há uns princípios básicos de cumprimento (inamovíveis até que a assembleia acorde outra coisa) como são o idioma (galego) e mais a linguagem não discriminatória. Em quanto à toma de decisões só dizer que na história deste colectivo só se chegou (que eu saiba) uma vez a ter que votar uma proposta pois no debate na assemblea via-se que não havia
acordo unánime possível, só houvo dois votos por uma opção e mais de quinze pola outra, o acordo assembleário de respeito pola opinião da minória fijo que a decisão da assembleia fora o que votaram essas duas pessoas.

Pertenezo a um colectivo que de sempre supera a definição de consenso que pugestedes como ejemplo.

Em certa ocasão houvo que chegar (por primeira e única vez em muitos anos) a votar a mão alçada, a maioria votou uma opção e só duas pessoas votarom pola outra, a opção ganhadora asumida pola assembleia foi a minoritária (a das duas pessoas). Isso sim é respeito às minórias. Por suposto as duas opções foram defendidas com argumentos e debate e ao não chegar a um acordo consensual unánime foi quando decidira-se fazer a votação.



USO DAS LISTAS: 
Neste mesmo CMI e noutrosa colectivos que não crio que vos importe.

Neste CMI

CMI GALIZA: 
O mesmo que respostei ao respeito dos princípios e critérios da rede

Papeis

PORTUGALIZA: 
Uma esperança

Um tema pendente que espero tenha continuidade

CONSENSOS/ STATUS 
Que agardo que sega debatindo-se na medida de melhorar o funcionamento deste CMI

Agardo a estar dentro.

Calquera obxección a esta requisición deberá ser exposta na lista con copia á súa conta de correo (camaleon  causaencantada.org). Se non hai obxeccións,  Comochoconto será invitado a inscribirse automáticamente na lista pública. 




Mais informações acerca da lista imc-galiza