[Imc-portugal] donativos sim ou não?

Toni toni azine.org
Sábado, 29 de Janeiro de 2005 - 11:44:02 PST


Olá.

Pessoalmente, preferia funcionar sem bancos. Ou seja, nem cartões de
crédito nem NIBs

Vejo algumas possibilidades:
- Festas / concertos / jantaradas
- Merchandising (T-Shirts, pins, postais, ...)
- Donativos (unicamente a título individual, preferencialmente em bancas
que a gente faça ou, se a distância o obrigar, via vale postal. O
problema é que implica um nome a quem dirigir o vale. O nome ofereço...
a disponibilidade para gerir fundos... não!

O merchandising poderia ter a possibilidade de ser comprado via site.
Envia-se a encomenda e recebe-se a mercadoria à cobrança.

Beijocas
Toni

A Sex, 2005-01-28 às 01:04, =?windows-1252?Q?Andr=E9 Agualva?= escreveu:
> A questão dos donativos é complexa. No entanto não diria não de uma forma absoluta. Parece-me que a proposta do Ricardo  é a melhor forma de resolver a questão. 
> 
> Se as campanhas de angariação forem feitas de uma forma dirigida através de concertos, festas etc. ou por exemplo quando do lançamento ou promoção de publicações ou até pontualmente com um dado objectivo e ficar garantido o anonimato dos doadores, então esses donativos acho que deverão ser aceites e incentivados. 
> 
> A questão do anonimato parece-me ser importante porque qualquer que seja o montante do donativo nunca este poderá ser evocado como forma de poder diante de nós. Portanto não haverá nunca mecenas que possam  vir a evocar essa qualidade e usa-la como forma de pressão. Penso que este é um dos grandes riscos que se corre sempre que se recebe donativos à americana.    
> 
> Claro que havendo fundos deve haver quem mexa neles e isso como diz o Zé Nuno é duma grande responsabilidade. Mas há formas de lidar com isso embora por vezes sejam fonte de problemas. 
> 
> Seja como for eu declaro-me já como objector de consciência para esse trabalho que é uma postura que sempre tenho tido nas associações em que participo e participei. Desculpem se é cobardia. Talvez seja.
> 
> Uma proposta: que tal incluir para discussão na ordem de trabalhos da próxima reunião em Lisboa esta questão?
> 
> Beijinhos e abraços.
> 
> COFIDIS : un besoin d'argent rapidement ? Une envie ? Demandez un crédit jusqu'à 21 500 euros pour financer tous vos projets. Rendez-vous sur COFIDIS.fr pour simuler votre crédit sans engagement !
> 
> 
> ______________________________________________________________________
> _______________________________________________
> Imc-portugal mailing list
> Imc-portugal  lists.indymedia.org
> http://lists.indymedia.org/mailman/listinfo/imc-portugal




Mais informações acerca da lista Imc-portugal