[www-pt] [revisar] (ingles) X PARADA DO ORGULHO GLBT DE SAO PAULO VAI PRA RUA

rosalyn bold rozibold em hotmail.com
Quinta Junho 22 18:14:47 PDT 2006




>From: anonniemouse em riseup.net
>Reply-To: www-pt em lists.indymedia.org
>To: www-pt em lists.indymedia.org
>Subject: [www-pt] [revisar] (ingles) X PARADA DO ORGULHO GLBT DE SAO PAULO 
>VAI PRA RUA
>Date: Thu, 22 Jun 2006 17:42:09 -0700 (PDT)
>
>10th GLBT Pride Parade Hits the Streets of São Paulo
>
>It took two months of intense negotiations, with various obstacles from
>the São Paulo City Hall to gain control of the parade. Following 35 days
>of protests, the Parade Association was obliged to sign an adjusted
>conduct agreement (TAC) in order for the parade to go ahead. This
>agreement complicates future parades in Paulista, makes the Parade
>Association responsible for cleaning the public streets and footpaths and
>sets a fine of R$30 000 for infringing the timetable or terms of the TAC.
>City Hall threatened to take responsibility for the TAC with help from
>contractors, in a clear attempt to gain political control of the parade.
>
>Once the Parade Association had signed the TAC, CET (Engineering and
>Traffic Company) still tried to block the parade by charging a fee of
>approximately R$80 000, which has still not been negotiated and would
>create a lot of work for organisers, who do not have the funds, and will
>need to respond via legal avenues.
>
>Even so, the parade went ahead, with the theme “Homophobia is a Crime:
>Sexual Rights are Human Rights!” It attracted around 2.5 million people,
>complying with the termsa set by TAC, with collaboration from the GLBT
>community who showed solidarity throughout the parade.
>
>Those who did not comply with the terms of conduct were City Hall
>themselves; instead of guaranteeing the minimum security and first aid
>requirements as requested numerous times by organisers, City Hall opted
>for investing resources in a band from its Sexual Diversity Department, a
>VIP area with two 24” televisions, and a stage for the press. The
>association was not informed of any of these. Volunteers from the Parade
>Association themselves at one stage had to help the few ambulances present
>and provide first aid to those who became ill during the march.
>
>Once the parade had ended, the antagonistic relationship with São Paulo
>City Hall continued, with a refusal of rights to the city and legitimate
>occupation of public spaces, declaring “there should be no more parades in
>Avenida Paulista.” It appears that things will not be so easy; the parade
>chanted, “Paulista is ours”, demonstrating the determination of the GLBT
>community to continue occupying public spaces.
>Photos: Politicians and civil society open the 10th GLBT Parade | GLBT
>Pride Parade  SP | Photos of the GLBT Pride Parade | More Photos of the
>GLBT Pride Parade | Arouche Party I | Arouche Party II | 10th GLBT Pride
>Parade in São Paulo | Other Photos of the Parade
>
>
>Foram dois meses de intensa negociação, com impedimentos das mais diversas
>formas da Prefeitura da Cidade de São Paulo para tomar o controle da
>Parada. Há a 35 dias da manifestação, a Associação da Parada foi obrigada
>a assinar um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) para ter a sua realização
>autorizada. Esse termo dificulta a realização das próximas Paradas na
>Paulista, responsabiliza a Associação da Parada pela limpeza das vias
>públicas e estabelece multa de R$ 30.000,00 para qualquer infração de
>horários ou termo descumprido do TAC. A Prefeitura chegou à ameaçar que
>assumiria todas as responsabilidades contidas no TAC com a ajuda de
>empresários, numa clara tentantiva de assumir o controle político da
>Parada.
>
>Assinado o TAC pela Associação, a CET (Companhia de Engenharia de Tráfego)
>ainda tentou impedir a Parada cobrando uma taxa de aproximadamente R$
>80.000,00 para a sua realização, que ainda não foi flexibilizada e deve
>custar muito trabalho aos organizadores, que não têm recursos para o
>pagamento da mesma e devem agir judicialmente nesse sentido. Mesmo assim,
>a Parada saiu, com o tema "Homofobia é Crime: Direitos Sexuais são
>Direitos Humanos!", e reuniu cerca de 2,5 milhões de pessoas, cumprindo o
>que foi estabelecido por meio do TAC, com a colaboração da comunidade
>GLBT, que se mostrou solidária durante toda a Parada. Quem não cumpriu o
>estabelecido foi a Prefeitura: ao invés de garantir o mínimo de efetivo de
>segurança e atendimento médico necessário e solicitado inúmeras vezes
>pelos organizadores, a prefeitura preferiu investir recursos num trio
>elétrico da sua Coordenadoria da Diversidade Sexual, numa área VIP com 2
>TVs de 42", e num palco utilizado pela imprensa, sendo que ambos não foram
>sequer comunicados à organização. Os próprios voluntários da Associação da
>Parada se desdobravam, a certa altura, para auxiliar as poucas ambulâncias
>a prestar primeiros-socorros para quem passava mal durante a manifestação.
>
>Terminada a Parada, continua uma relação conflituosa com a Prefeitura de
>São Paulo que, na mesma linha que vêm seguindo, negando o direito à cidade
>e a ocupação legítima do espaço público, já declarou que "não deve haver
>mais parada na Av. Paulista". Parece que não vai ser tão fácil assim: a
>Parada saiu aos gritos de "A Paulista é nossa", mostrando a disposição da
>comunidade GLBT em continuar ocupando os espaços públicos.
>
>Fotos::Políticos e sociedade civil abrem 10ª Parada GLBT | Parada do
>Orgulho GLBT - SP | Fotos Parada do Orgulho GLBT | + Fotos Parada do
>Orgulho GLBT | Festa no Arouche I | Festa no Arouche II | Xª Parada do
>Orgulho GLBT de São Paulo | Outras fotos da Parada
>
>
> >>   Link do artigo:
> >>   http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2006/06/356068.shtml
> >> _______________________________________________
> >> Lista de tradução www-pt
> >> www-pt em lists.indymedia.org
> >> http://lists.indymedia.org/mailman/listinfo/www-pt
> >>
> >
> >
> > _______________________________________________
> > Lista de tradução www-pt
> > www-pt em lists.indymedia.org
> > http://lists.indymedia.org/mailman/listinfo/www-pt
> >
>
>
>_______________________________________________
>Lista de tradução www-pt
>www-pt em lists.indymedia.org
>http://lists.indymedia.org/mailman/listinfo/www-pt

_________________________________________________________________
The new MSN Search Toolbar now includes Desktop search! 
http://join.msn.com/toolbar/overview




Mais detalhes sobre a lista de discussão www-pt